A Justiça do Pará divulgou o afastamento do prefeito de Marabá, João Salame Neto, do cargo. Ele é investigado por improbidade administrativa e fica fora da prefeitura por 180 dias.

A decisão foi do Juiz César Leandro Pinto Machado, da 4ª Vara Cível e Empresarial. Segundo a Justiça, ele deve mais de R$ 14 milhões para o Instituto de Previdência Social dos Servidores Públicos de Marabá.

Outros quatro secretários municipais também foram afastados. A Prefeitura de Marabá informou que só vai se pronunciar depois de ser notificada oficialmente sobre o caso.

No último mês de fevereiro, Salame teve os bens bloqueados pela Justiça por irregularidades no pagamento de um servidore que teria sido cedido pelo Governo do Estado. (G1)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.