comando geral da pm
comando geral da pm

A Polícia Militar do Tocantins (PMTO), por meio do comandante geral, coronel Glauber de Oliveira Santos, informou que a instituição não enviará os 100 policiais militares do estado solicitados pela Secretaria Nacional de Segurança Pública para atuar nos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016, no Rio de Janeiro-RJ.

De acordo com o comando da PM, a decisão, apoiada no pedido do governador do estado do Tocantins, leva em conta diversos fatores, como a situação atual do efetivo da PMTO, que precisa atender às demandas diárias do policiamento ostensivo em todo estado. Dessa forma, qualquer diminuição no efetivo operacional neste momento traria sérias dificuldades e prejuízos para algumas frentes de serviço operacional. O que poderia se refletir no aumento dos índices de criminalidade e violência, fatores que vem sendo combatidos diuturnamente pela Polícia Militar com os recursos humanos e materiais disponíveis.

Esta deliberação atende também à recomendação do Tribunal de Justiça do Tocantins que se manifestou contrário à decisão de enviar os policiais militares para o evento esportivo, tendo em vista que a falta desses militares acarretaria prejuízos à segurança pública do Tocantins.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.