Um homem de 49 anos foi preso nesta terça-feira (17) em Araguaína, norte do Tocantins, após ser condenado por estuprar as duas próprias filhas adolescentes. Segundo informações da Polícia Civil, uma delas foi abusada durante oito anos e chegou a ficar grávida do homem.

Paulo Marques dos Santos deve cumprir 29 anos de prisão pelos abusos. Ele foi preso na casa dele no setor Céu Azul, por volta das 6h, em cumprimento a um mandado de prisão expedido pela Justiça. Os abusos foram confirmados por exames de conjunção.

A denúncia dos crimes foi feita pela mãe das meninas em 2011, quando os crimes começaram a ser investigados.

Segundo o delegado Rerisson Macedo, responsável pela prisão, a filha mais velha tem 25 anos atualmente. Os abusos ocorreram quando a menina tinha entre 8 e 16 anos, entre 1999 e 2007. Ela ficou grávida, mas sofreu um aborto, que também teria sido provocado pelo pai, conforme a polícia. O ano do aborto não foi informado.

A outra menina, que atualmente tem 20 anos, teria sido violentada em 2010. As investigações realizadas pela Delegacia da Infância de Araguaína apontaram que o homem utilizava facas para ameaçar a filha mais velha e cometer os abusos.

Com a outra adolescente, conforme o delegado, ele teria colocado medicamentos em sucos e leites para fazê-la dormir. O homem foi condenado na última sexta-feira (13). Ele está preso na Casa de Prisão Provisória de Araguaína. (G1)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.