O PT (Partido dos Trabalhadores) do Tocantins decidiu neste domingo 01, que permanece na base de apoio ao governo Marcelo Miranda. A decisão foi tomada com base em uma votação com a participação de 23 membros da sigla.

O partido tem três deputados estaduais, são eles; Amália Santana, Paulo Mourão e Zé Roberto, 18 membros votaram pela continuação na base do governo e 5 votaram desfavorável. O deputado Zé Roberto que também é membro da executiva estadual votou contra a permanência do partido na base de Marcelo Miranda.

PMDB votou “sim” ao Impeachment

No último dia 17 de abril durante a votação do impeachment na Câmara Federal, as parlamentares pelo PMDB do Tocantins, Dulce Miranda e Josi Nunes, votaram favorável ao afastamento da presidente Dilma. O que desagradou bastante o PT, e as deputadas e o PMDB foram alvo de críticas.

Naquele momento o presidente do PT no Tocantins, Júlio César Brasil, se manifestou dizendo; “Estamos igualmente entristecidos e decepcionados pela maneira como o PMDB do Tocantins se portou ontem na Câmara: como verdadeiro oportunista e aproveitador. Nós do Partido dos Trabalhadores do Tocantins, nos sentimos traídos pelos votos das deputadas Dulce Miranda e Josi Nunes, que preferiram abraçar o golpe, ao invés de ficar do lado do povo e da democracia”.

“Reafirmamos que o PT do Tocantins participa do governo do Estado, porque ajudou a elegê-lo. Sem nós, Marcelo Miranda não teria ganhado as eleições. Não estamos neste governo de favor”.

Julio Cesar - Presidente do pt-to
Julio Cesar – Presidente do pt-to
Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.