Os servidores públicos estaduais que trabalham na Secretaria da Fazenda denunciaram ao SISEPE-TO que o setor de Dívida Ativa do órgão está infestado por mosquitos e formigas, além de falta de limpeza diária e acúmulo de poeira. Esta situação, além de causar desconforto coloca em risco à saúde dos servidores que temem ser infectados por vírus como a dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

A situação foi constata in loco, por membros da Diretoria Executiva do SISEPE-TO. Os servidores do departamento de Dívida Ativa, informaram ao Sindicato que já solicitaram providências, mas que até agora nada foi feito. Nos banheiros masculinos e femininos também foi possível constatar grande quantidade de mosquitos em pleno horário de expediente dos servidores.

Diante da constatação o SISEPE-TO encaminhou, na manhã desta segunda-feira, 23, ofício ao secretário da Fazenda, Edson Ronaldo Nascimento, solicitando – em caráter de urgência – a imediata limpeza da sala e dos banheiros, assim como a dedetização de todo o prédio onde funciona a Secretaria da Fazenda na Capital.

O SISEPE-TO deu prazo de 72 horas para que a SEFAZ tome as providências necessárias e comunique ao Sindicato a fim de que seja dada uma satisfação aos servidores daquele órgão.

sefaz
sefaz
Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.