Foram realizadas na manhã desta quinta-feira, 19, no Ginásio de Esportes Dr. Pedro Zanina, em Guaraí, várias atividades esportivas envolvendo alunos dos projetos sociais desenvolvidos pelo Governo Municipal, por meio das Secretarias de Juventude, Esporte e Turismo, Desenvolvimento Social e Cidadania, e Educação e Cultura.

Foi mais uma ação necessária para a obtenção do Selo UNICEF – Município Aprovado, um reconhecimento internacional que o município pode conquistar pelo resultado dos seus esforços na melhoria da qualidade de vida de crianças e adolescentes.

O evento teve participação de cerca de 250 crianças e adolescentes, entre elas as atendidas pelos projetos “Craques na vida” e Iniciações Esportivas Fundesportes, que disputaram as modalidades de tênis de mesa, capoeira e futsal.

Estiveram presentes o prefeito de Guaraí, Francisco Júlio, a primeira-dama Denize Sobrinho, o secretário municipal de Juventude Esporte e Turismo, Enival Noleto, o secretário executivo de Desenvolvimento Social e Cidadania, Pastor Paulo, a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Eliane Espíndola, além de vários diretores das secretarias municipais.

Para Francisco Júlio, os projetos sociais executados pela Prefeitura de Guaraí além de orientarem os alunos, também protegem e previnem possíveis situações de risco. “Nesse trabalho damos todo o suporte para que nossas crianças e adolescentes sejam mantidos dentro de práticas saudáveis de esporte e lazer, por meio de programas específicos”, disse o gestor municipal.

Novas atividades

Na próxima semana as secretarias municipais realizam mais uma ação dentro do projeto Selo UNICEF – Município Aprovado. Desta vez será feito um trabalho de prevenção a chikungunya, dengue e zika vírus com estudantes das escolas públicas municipais e estaduais de Guaraí.

Anteriormente, no final de abril, foi realizada a Semana do Bebê, com várias atividades de orientação para gestantes.

Selo UNICEF – Município Aprovado

A partir de um diagnóstico e de dados levantados pelo UNICEF, os municípios que se inscrevem passam a conhecer melhor sua realidade e as políticas voltadas para infância e adolescência. Com dados concretos e participação popular, o município tem condições de rever suas políticas e repensar estratégias de forma a alcançar os objetivos buscados, que estão relacionados aos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.