O prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, sancionou a Lei Complementar nº 035/2015, que dispõe sobre o aumento salarial aos professores da rede pública municipal de ensino. O reajuste é de 6,23% e será retroativo a partir de 1º de março. Segundo a Lei Complementar, a eventual diferença deverá ser paga como complementação salarial. Serão beneficiados cerca de 1.200 professores efetivos e servidores do quadro administrativo.

De acordo com o prefeito, o percentual sugerido representa o esforço desta gestão de manter a cada ano um processo positivo de tratamento da questão salarial dos servidores públicos dentro das possibilidades da administração pública. Ressaltando que nenhum professor vai receber menos do que o piso nacional.

Dimas explicou ainda que as despesas do reajuste salarial têm adequação orçamentária e financeira em conformidade com a Lei Orçamentária Anual e compatibilidade com o Plano Plurianual e com a Lei de Diretrizes Orçamentárias, com base na estimativa do impacto orçamentário-financeiro realizado.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.