Governador Marcelo Miranda apresentou estrutura administrativa definitiva do Estado
Governador Marcelo Miranda apresentou estrutura administrativa definitiva do Estado

O governador Marcelo Miranda reuniu sua equipe de governo nessa terça-feira, 5, no seu gabinete, no Palácio Araguaia, para apresentar a estrutura administrativa definitiva do Estado. Durante o encontro, foi mostrado um novo modelo de administração respaldado em dois pilares básicos: na gestão por resultados e na aproximação do governo com os cidadãos. Marcelo Miranda ressaltou que o momento é de executar projetos e ações governamentais.

“Precisamos economizar para que haja investimentos. Para que a segurança pública possa reverter os números negativos, a educação e saúde possam caminhar. Temos que alcançar metas”, reforçou o governador à sua equipe ao destacar que finalizado este processo agora é o momento de a sociedade conhecer a verdadeira proposta de mudança do governo, mais perto das pessoas. “É hora de superar a fase de dificuldades com ações que possam retomar o crescimento do estado, melhorando o atendimento à população”.

A estrutura apresentada leva em consideração a atual conjuntura econômica e financeira nacional. Dentre as medidas estão corte de gastos com pessoal e as despesas com custeio. A recomendação do Governo, que pretende economizar cerca de R$ 40 milhões/ano com pessoal, são ações que apresentem eficiência e economicidade.

Para o secretário-chefe da Casa Civil, Télio Leão Ayres, “todas as secretarias estão com as estruturas definidas e os gestores vão poder continuar trabalhando com o desenvolvimento dos projetos. O próximo passo, e o governador já nos cobrou isso, é a implementação desses projetos”, avaliou o secretário.

Ajuste Orçamentário

No que tange à folha de pagamento houve uma redução da comissão dos cargos de chefia, direção e assessoramento superior, em 20%; as Funções Gratificadas (FCA) também passaram por alterações, quando antes variavam entre R$ 300 a R$ 2.400, agora giram em torno de R$ 300 e R$ 1.600. Quanto à quantidade dos cargos de Assessoramento Especial a redução foi de 1.975 para 1.755.  A medida possibilitou a redefinição de valores e da quantidade de servidores.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.