O presidente do Instituto de Gestão Previdenciária do Tocantins (Igeprev), Jacques Silva, citou durante coletiva para a imprensa o nome do deputado estadual Eduardo Siqueira Campos (PTB), de acordo com o presidente o rombo no Igeprev chega a R$ 262 milhões, disse ainda que à época o deputado Eduardo Siqueira Campos era quem presidia o conselho do instituto previdenciário.

Eduardo Siqueira Campos enviou uma nota a imprensa em resposta as declarações de Jacques Silva, na qual esclarece que “Conselho jamais foi consultado para proceder qualquer operação”, o deputado disse que as acusações são levianas e que serão respondidas,.

Confira a íntegra da nota:

Nota

Sobre as afirmações do atual Governo sobre a atuação do deputado Eduardo Siqueira à frente do Conselho de Administração do Igeprev, o Parlamentar esclarece que:

1) As atas das reuniões do Conselho demonstram de forma clara e inequívoca que todas as reuniões estiveram sob a presidência estabelecida em seu estatuto, descartando qualquer omissão.

2) As mesmas atas provam que o Conselho jamais foi consultado para proceder qualquer operação. O Conselho é composto por outros membros que poderão atestar essas afirmações.

3) A palavra gestão define quem praticou os atos e quem por eles pode e deve responder.

4) As acusações levianas serão respondidas com as devidas defesas perante órgãos isentos e competentes e também om ações na Justiça,  para responsabilizar quem faz afirmações caluniosas e difamantes.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.