parque cimba
parque cimba

A Prefeitura de Araguaína divulgou no Diário Oficial desta segunda-feira, 25, as empresas que venceram a licitação para as obras de construção do Parque Ecológico Urbano, o Parque Cimba, e o Complexo Esportivo Beira Lago. O secretário do Esporte, Cultura e Lazer, Wilamas Ferreira, assinou, nesta segunda, a ordem de serviço para o início das obras do Parque Cimba.

A empresa vencedora para construir o Parque Cimba é a MVL Construções Ltda. A vigência do contrato é de 12 meses, contados a partir da data de início da obra. O valor total estimado da obra é de R$ 2.120.988,56. Na manhã desta terça-feira, foi realizada uma reunião com o secretário de Infraestrutura, Simão Moura Fé, e representantes da MVL para tratar sobre a programação da obra.

O Parque Cimba abrange uma área de cerca de 200 mil metros quadrados, onde passa o Córrego Canindé. Fazem parte da estrutura do parque estacionamento, calçada, pista para caminhada de 1.400 metros, ciclovia de 1.300 metros, equipamentos de ginástica e musculação (academia a céu aberto), pontos de descanso, uma praça para esportes radicais e bancos.

Serão construídos também mirante, ponte, anfiteatro, lanchonete, quadra poliesportiva, campo de futebol society, área de piquenique e playground para as crianças. Para esta primeira etapa do projeto serão investidos recursos na ordem de R$ 2,12 milhões. O projeto está aprovado pelo Ministério do Turismo e pela Caixa Econômica Federal. O objetivo é fomentar um ponto de atração turística na cidade.

Complexo Poliesportivo

A empresa vencedora para a construção do Complexo Esportivo foi a Morema Construções Pavimentações e Incorporações Ltda. O valor total da obra é de R$ 3.613.891,80.

A obra ficará localizada na extensão final da Via Lago e, em uma área de 7.000 m², será construído o ginásio poliesportivo coberto (com arquibancadas, áreas administrativas, vestiários, chuveiros, enfermaria, copa e depósito), academia ao ar livre, pistas de skate, arremesso de peso, salto em altura, caminhada, atletismo, além de estacionamento, ciclovia e quadra de tênis para práticas esportivas.

A estrutura conta também com piso intertravado, piso em concreto, bancos de concreto e lixeiras para coleta seletiva. A ciclovia, estacionamento e a pista de caminhada serão construídas em CBUQ de 3 cm. Para a construção de todo o complexo serão necessários recursos na ordem de R$ 3,5 milhões do Ministério dos Esportes, com contrapartida do Município no valor de R$ 140 mil.

O complexo, que teve o apoio direto do deputado federal César Halum, propõe estimular as categorias de base e preparar atletas araguainenses de alto rendimento para competições nacionais, nas modalidades olímpicas, paraolímpicas e não olímpicas em padrões oficiais.

complexo poliesportivo
complexo poliesportivo

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.