Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou na noite desta terça-feira, 17, os embargos de declaração do governador Marcelo Miranda (MDB) e da sua vice Cláudia Lelis (PV).

Com a decisão, os dois terão que deixar os cargos assim que os embargos forem publicados no Diário de Justiça Eletrônico e o Presidente da Assembleia Legislativa, Mauro Carlesse assume  novamente o comando do Palácio Araguaia.

Marcelo e Cláudia foram condenados por uso de caixa 2 nas eleições de 2014.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.