O Estado do Tocantins dá mais um passo no avanço da cadeia produtiva de ovinocaprinocultura com o primeiro abate de ovinos em estabelecimento registrado no Serviço de Inspeção Estadual (SIE), nesta quinta-feira, 5, no frigorífico Providência, localizado no município de Miracema do Tocantins, a 80 km de Palmas. A empresa, que já era registrada para o abate de bovinos, passou por adequações operacionais para aderir à nova atividade, que inicia com abate de 20 animais por semana.

A gerente de inspeção animal, Joseanne Cademartori Lins, explicou que este avanço partiu da necessidade de um produtor rural em fomentar o comércio de ovinos de forma legal. “Ele procurou o frigorífico, que nos solicitou orientações e cumpriu as exigências, se adequando às ações de insensibilização e sangria, além de alguns maquinários específicos para o abate da espécie”, disse, informando ainda que foi realizado um abate experimental na semana passada, onde foi comprovada que a empresa estava pronta para exercer essa atividade.

O produtor rural, Gerson Dallacosta, disse que em 2003 começou com uma criação pequena de ovinos e passou a considerá-la uma atividade econômica a partir de 2015. Foi então que veio a ideia da comercialização e de procurar um frigorífico. “A princípio, a minha intenção era mandar a produção para outros Estados, mas descobri que a demanda do Tocantins por carne inspecionada de ovinos é muito grande”, disse, enfatizando que, “Considera este momento a realização de um sonho e um incentivo ao fomento da cadeia produtiva, graças às parcerias com a Adapec, que acompanhou todo o processo e a empresa que aceitou o desafio”.

O presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha, considerou o abate de ovinos, inspecionado, como um grande avanço para o Estado. “Teremos carne de ovinos produzida no nosso Estado dentro dos padrões exigidos, com mais qualidade e preço competitivo. Além disso, incentivamos a produção e evitamos o consumo de carne clandestina”, avaliou.

Em 2017, o Tocantins contava com um rebanho de 136.540 ovinos e 24.781 caprinos.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.