A Agência de Segurança, Transporte e Trânsito (ASTT) realizará no próximo dia 17, o leilão de 181 motocicletas recolhidas pela ASTT, Detran e Polícia Militar. O leilão será às 9 horas, no Ginásio Poliesportivo do Bairro São João, localizado na Rua Humberto de Campos, esquina com a Rua Rui Barbosa, S/N.

Todos os veículos estão em modalidade de circulação e estarão expostos para visitação na próxima segunda-feira, 9, no pátio da SANCAR/SIPAR (Sistema Integrado de Pátio de Araguaína), localizado à Rua 10, s/nº, Jardim dos Ipês I. A visitação seguirá até o sábado, dia 14, em horário comercial, 8h às 12h e das 14h às 18h.

De acordo com o diretor administrativo do pátio, Aluísio Bringel, esta é uma chance de arrematar um veículo por um preço abaixo do mercado. “A maioria dos veículos estão em situação de seminovos e os mais antigos estão bem conservados. Este é o terceiro leilão da ASTT e nunca tivemos problemas com veículos e nem com as vendas, sendo 0% de inadimplência”.

Os veículos

A relação dos veículos e os lances iniciais podem ser encontrados no Diário Oficial de Araguaína publicado da última segunda-feira, dia 2 de abril.  O valor mais baixo é R$ 100, referente a uma motocicleta Dafra/Kansas 150, modelo 2008/2009, ou Sundown/Max 125 SE, modelo 2008/2008, por exemplo.

Os valores mais altos são R$ 2.800, pertencente a uma motocicleta Honda/CG 160 FAN ESDI, modelo 2015/2016, e R$ 3200 para uma Honda/CG 160 FAN ESDI, modelo 2016/2016. O último modelo também é o mais novo do leilão. O veículo mais antigo é uma Honda/CG 125 Titan, modelo 1998/1998, com lance inicial de R$ 100.

Compra

O diretor administrativo do pátio orienta aos interessados no arremate a levar duas folhas de cheque para usar como caução ao despachante e ao leiloeiro. “É preciso deixar a caução e fazer o pagamento dos três boletos: ‘lance, despachante e leiloeiro’. O arrematante tem 24 horas para fazer o pagamento e três dias para retirar o veículo”.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.