Com honras fúnebres foi enterrado na tarde de sábado, 28, o corpo do 2º sargento José Maria Rodrigues Amorim, 50 anos, morto durante uma ação de integrantes da Polícia Civil, em Palmas. Familiares e amigos participaram do velório que aconteceu na residência do policial militar, em Taquaralto, a 100 metros do bar onde a vítima foi alvejada.

Um cortejo com mais de 150 veículos seguiu para o cemitério Jardim da Paz. Comovidos com as circunstâncias da morte do sargento, colegas de outras instituições como Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e Guarda Metropolitana de Palmas (GMP), também estiveram presentes, além de várias pessoas da comunidade.

O comandante geral da Polícia Militar do Tocantins (PMTO), coronel Jaizon Veras Barbosa, em apoio à família enlutada compareceu ao enterro e durante seu pronunciamento falou que aguarda a decisão de justiça e espera que haja celeridade no processo, a fim de que os culpados sejam responsabilizados.

Honras fúnebres

A Polícia Militar prestou sua última homenagem ao sargento Rodrigues através das honras fúnebres. Durante o enterro foi montada uma guarda armada que efetuou salva de tiros. Essa homenagem costuma ser feita pela tropa aos mortos de alta autoridade ou militar da ativa, de acordo com a posição hierárquica.

Antes do sepultamento, a bandeira nacional que cobria caixão do policial, foi dobrada e solenemente entregue à viúva pelas mãos do comandante geral da PMTO. Ao descer o corpo à sepultura houve o toque de silêncio executado por um corneteiro da PM, postado junto ao túmulo.

Entenda o caso

O sargento Rodrigues que estava em um bar, foi atingido por três disparos de arma de fogo na noite de quinta-feira, 26, durante uma abordagem de policiais civis. O militar foi socorrido e encaminhado ao hospital, porém não resistiu aos ferimentos e foi a óbito no dia seguinte. O policial militar era casado e deixou cinco filhos.

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.