O ex-prefeito de Palmas e pré-candidato ao governo do Tocantins, Carlos Amastha (PSB), postou em seu Twitter que a deputada federal Josi Nunes (PROS) perdeu a oportunidade de ficar calada, se referindo às declarações da parlamentar que declarou que analisa com estranheza a celeridade com que o TSE está sendo rápido no caso do julgamento do governador cassado Marcelo Miranda (MDB).

A deputada federal Josi Nunes (PROS) usou a tribuna durante a sessão extraordinária desta terça-feira, 10, para mais uma vez comentar a decisão da Justiça Eleitoral acerca da cassação do governador do Tocantins Marcelo Miranda e sua vice Cláudia Lelis.

Para a deputada, é estranho a celeridade que foi dada pelo TSE ao caso do Governador e que cabe uma reflexão.

A parlamentar questionou que o Poder Judiciário é tão lento na maioria de seus julgados e ao mesmo tempo tão célere quanto a determinados processos.

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.