O deputado Estadual Mauro Carlesse (PHS) rebateu as declarações feitas em uma rede social pelo ex-prefeito de Palmas Carlos Amastha (PSB). Amastha postou no Twitter, se referindo ao Governador cassado Marcelo Miranda e ao presidente da Assembleia Mauro Carlesse que são farinha do mesmo saco.

Postagem de Amastha no Twitter: Na quinta-feira deve voltar o que entrou depois do que saiu e voltou,vá embora em definitivo. Tudo farinha do mesmo saco. Política mais asquerosa do mundo.

Confira a nota de Mauro Carlesse:

Tenho visto na mídia que este senhor comporta-se de forma agressiva e desrespeitosa contra todos  que contrariam os seus interesses políticos pessoais e esse tipo de atitude tem proporcionado situações constrangedoras para as pessoas e instituições. Sempre o respeitei e o tratei com dignidade nas raríssimas vezes que tive oportunidade de encontra-lo pessoalmente. As colocações provocativas postadas pelo ex – prefeito, em relação a minha pessoa, deve ser fruto desse desequilíbrio emocional provocado pela ansiedade de querer chegar ao poder ofendendo famílias e quem quer que seja que ameace seu propósito.

Quero deixar claro que não vou me deixar levar pelo mesmo instinto irresponsável que marca seu comportamento,  pois sou educado de forma diferente. Aprendi a respeitar as pessoas e  também discordar de seus pontos de vista sem ter que ferir suas dignidades ou suas famílias. Vim de um berço humilde onde os fundamentos sempre foram o de respeitar as diferenças  independente de cor, sexo , condição econômica  e região de origem.

Ocupo a presidência de um poder constituído por decisão da maioria dos meus pares, onde todos que aqui tem assento chegaram respaldados pelo voto popular, inclusive eu.  O cargo que ocupo possui prerrogativas constitucionais que me eleva a condição de ocupar temporariamente o cargo de governador em condições adversas. Não pedi e nem patrocinei ação que visasse a minha ascensão a este cargo. Apenas cumpro minha obrigação constitucional. E busco cumpri-la da melhor forma.

Deixo claro, porém, ao digníssimo ex-prefeito de nossa capital, Palmas, que exijo o devido respeito  e que não me curvarei a ofensas irresponsáveis e fruto de desequilíbrio emocional e desespero exacerbado.

Filho dessa pátria Brasil, vim para o Tocantins como milhares de pessoas, para ajudar a construí-lo e torna-lo digno de se viver. Jamais irei usar de termos pejorativos para denegrir ou desonrar pessoas ou famílias tocantinenses com o único propósito de alcançar o poder.

Ao assumir interinamente o governo do estado, busquei, ao contrário dos políticos que se lançaram na corrida desenfreada para alcançar o poder na eleição suplementar, resolver os graves problemas que atingem nossa população como o total abandono do atendimento a saúde, a falta de segurança da família tocantinense, o estado crítico de nossas rodovias e o desequilíbrio fiscal das contas do estado.

Entendo que nós, homens públicos, devemos utilizar os meios de comunicação para alimentar o debate sadio em torno de propostas que venham ao encontro dos interesses maiores da comunidade tocantinense e não aos interesses escusos de indivíduos e grupos.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.