Apreensão de embarcação que estava em área proibida

Dois pescadores, que pescavam em área proibida, foram detidos por policiais militares do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), nesta segunda-feira, 03, por volta das 10 horas, nas proximidades das comportas da Usina Hidrelétrica de Lajeado (UHE).

Durante patrulhamento ambiental, os militares visualizaram dois homens numa canoa a 300 metros da escada de peixes e das comportas da UHE, região proibida devido ao perigo de afogamento. Os pescadores foram conduzidos à Delegacia de Polícia em Miracema, para os devidos procedimentos.

A Portaria Interministerial n. 13/2011, do Ministério do Meio Ambiente,  prevê a proibição da pesca a menos de mil metros da jusante e montante das barragens de empreendimentos e escadas de peixes  na bacia hidrográfica do rio Tocantins. A proibição nesta área ocorre justamente pela oscilação do fluxo de água na montante e na jusante das usinas hidrelétricas, capaz de afundar qualquer barco de médio porte (como o dos pescadores) devido a forte correnteza da água nessas usinas.

O BPMA reitera que muitas pessoas que pescam em Lajeado não obedecem aos sinais e às delimitações da área feitas por boias vermelhas, indicando pesca proibida. Inclusive, no local, já houve casos de afogamentos de pescadores.

Caráter preventivo

A Polícia Militar Ambiental desenvolve operações frequentes nas Usinas Hidrelétricas do Rio Tocantins, principalmente na Usina Hidrelétrica de Lajeado, que é a que opera com maior capacidade energética no Estado. Nessas operações, procura-se sempre trabalhar de forma preventiva, orientando os pescadores que não conhecem essa norma a não pescarem na menos de mil menos da montante e da jusante das usinas.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.