O Ministério Público do Estado do Pará ofereceu denúncia contra o advogado Hélio Gueiros Neto pelo crime de feminicídio, onde é acusado de ter matado a própria esposa asfixiada. O homem é neto do ex-governador do estado, Hélio Gueiros, que morreu em 2011 aos 84 anos.

O advogado teria assassinado a esposa, Renata Cardim, em 2015, após seis anos de um conturbado relacionamento. No dia que ela morreu, ele ligou para a sogra comunicando que ela havia passado mal. Apesar de ser encaminhada ao hospital, ela não resistiu e morreu.

Inicialmente a causa da morte teria sido um aneurisma, mas a família dela pediu a exumação do corpo, que teria comprovado a asfixia mecânica, com sufocação direta, causando uma reviravolta no caso.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.