O deputado federal Lázaro Botelho (PP) participou nesta terça-feira, 04, em Brasília, de uma reunião da Bancada com o ministro da Justiça Osmar Serraglio. O encontro serviu para que os parlamentares do Estado solicitassem recursos de emenda impositiva no valor de R$ 84, 6 milhões, para serem destinados para a segurança pública do Tocantins.

De acordo com Serraglio, a união da bancada foi importante para que fossem definidas as prioridades do Estado. Ele ressaltou que os recursos destinados sofrerão cortes, mas garantiu que, mesmo com o contingenciamento, o resultado para o Tocantins será positivo. “A reunião da bancada fez com que pudéssemos direcionar os recursos para aquilo que é imediato, como para auxiliar as forças policiais, e assim combater essa onda de crimes que acomete não só o Tocantins, mas o Brasil inteiro”, disse.

Conforme acordado na reunião, os recursos serão destinados para a segurança pública do Estado, por meio da Polícia Civil e Militar e Corpo de Bombeiros. Também ficou definido que parte da verba será utilizada para a instalação de câmeras de videomonitoramento em Araguaína, Porto Nacional e Gurupi.

Lázaro Botelho foi um dos parlamentares que defendeu a necessidade de destinar recursos para Araguaína. De acordo com ele, é preciso investir nesta área, pois o município precisa urgentemente de ações que venham a combater a criminalidade. “Com a aquisição dos equipamentos, ajudaremos os nossos policiais e assim poderemos garantir mais segurança pública para os araguainenses”, afirmou.

Também participou da reunião o senador e coordenador de Bancada, Vicentinho Alves (PR), o deputado Vicentinho Júnior (PR), a deputada Dulce Miranda (PMDB), a deputada Josi Nunes (PMDB), o prefeito de Gurupi, Laurez Moreira (PSB), o secretário de Segurança Pública do Tocantins, César Roberto Simoni, o secretário de Representação do Tocantins em Brasília, Renato Assunção, autoridades representantes dos militares estaduais e técnicos no Ministério da Justiça.

Luta antiga

A luta do deputado Lázaro Botelho por recursos para viabilizar as câmeras de o videomonitoramento vem desde de 2015, quando o parlamentar viabilizou junto ao Governo, verbas para a aquisição dos equipamentos. Em 2016 a emenda chegou a ser empenhada, mas não foi executada. Já em 2017, Lázaro manteve a busca por este benefício para os araguainenses. A previsão, conforme as reuniões de bancada, é de que ainda este ano o recurso seja liberado.

“Não vou descansar enquanto não ver as câmeras de videomonitoramento instaladas nas ruas de Araguaína, para dar mais força às nossas policias, como também mais tranquilidade aos nossos comerciantes e todos os nossos moradores”, garantiu.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.