Acompanhado da senadora Kátia Abreu, presidente Folha discute com ministro do Planejamento disponibilidade do SEI

Após firmar parceria com o Senado Federal para modernização do processo legislativo, a Câmara de Palmas busca junto ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão a formalização de convênio para a implantação do Sistema Eletrônico de Informação (SEI). Os detalhes para cessão do sistema foram acertados durante reunião realizada na última semana entre o presidente da Casa, José do Lago Folha Filho e o ministro da pasta, Dyogo Henrique de Oliveira, que confirmou a intenção de disponibilizar o SEI para Palmas. A audiência foi intermediada pela senadora Kátia Abreu.

De acordo com o presidente da Casa, José do Lago Folha Filho, a parceria representa um ganho na agilidade e produtividade do legislativo. “A Câmara vem atuando cada vez mais de forma transparente a fim de proporcionar aos munícipes e aos órgãos de controle mais informações, de forma real e imediata, de todos os atos praticados”, ressaltou o presidente Folha.

A tecnologia contribuirá ainda para a redução de custos na Câmara de Palmas, pois todo o processo manual existente atualmente passará a ser informatizado, como destaca o diretor geral da Casa, João Paulo Cesar Lima. “Esse sistema completa o que conseguimos junto ao Senado Federal, pois além de modernizar a parte legislativa também conseguiremos informatizar a administrativa que ainda é bastante arcaica”, destacou.

O SEI é um sistema de gestão de processos e documentos que engloba um conjunto de módulos e funcionalidades para promover a eficiência administrativa. A plataforma foi desenvolvida por meio do Processo Eletrônico Nacional (PEN), coordenado pelo Ministério do Planejamento com a participação de vários órgãos e entidades de diversas esferas da administração pública, com o intuito de construir uma infraestrutura pública de processos e documentos administrativos eletrônicos.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.