Amália Santana

Proposta da deputada Amália Santana (PT) institui o incentivo à doação de medicamentos à população através de entidades assistenciais tramita na Assembleia Legislativa. Ela prevê doações por parte de indústrias, laboratórios farmacêuticos, distribuidoras, farmácias, drogarias e pessoas físicas. A autora do projeto destaca que a medida visa a reduzir o desperdício e a facilitar a obtenção de remédios por parte da sociedade tocantinense.

“É do nosso conhecimento que remédios específicos para algumas doenças têm preços bastante altos, de modo que o Governo nem sempre consegue atender a todos que dependem dessas medicações. Além de amenizar a situação de carência pretende-se, com tal proposta, alterar o quadro de desperdício, pois sabemos que muitos medicamentos vão parar na lata de lixo, quando poderiam estar curando pessoas”, esclarece Amália.

Utilidade Pública

Também foi encaminhado à Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), nesta quarta-feira, 26, um projeto de lei de autoria do deputado Paulo Mourão (PT) que declara de utilidade pública estadual a Sociedade de Apoio às Ações de Saúde, Ensino e Pesquisa (SASEP). A entidade existe desde 2002 e realiza ações voltadas para a promoção da saúde dos povos indígenas do Estado do Tocantins. (Penaforte)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.