Deputado afirma que não existe nenhum projeto sua autoria que possa vir a prejudicar servidores públicos
Deputado afirma que não existe nenhum projeto sua autoria que possa vir a prejudicar servidores públicos

No intuito de garantir as conquistas históricas e direitos dos profissionais da saúde filiados ao Sintras, foi encaminhado um ofício de nº 077/2016, ao deputado Estadual Ricardo Ayres, na última quinta-feira, 31, solicitando esclarecimentos quanto ao conteúdo que viralizou nas redes sociais, onde é informado que haveria um projeto de lei, de sua autoria, com o  objetivo de congelar salários de servidores no período de seis anos.

No documento, o sindicato questiona ainda ao deputado se existe algum projeto de lei que altera o Plano de Cargos Carreiras e Remuneração dos servidores, assim como retirando direitos de progressões ou salariais, ou mesmo de vantagens, tramitando na Assembleia Legislativa.

Em resposta à solicitação do Sintras, o parlamentar esclarece que tais informações viralizadas nas redes sociais faltam com a verdade dos fatos, e afirma que não é autor de nenhum Projeto de Lei que pretenda o congelamento de salários.

E responde também que não é autor de Projeto de Lei que pretenda alterar o Plano de Cargos Carreiras e Remuneração dos Servidores, frisando que o que houve, ano passado, foi a realização de um estudo preliminar de reestruturação das carreiras públicas do Estado do Tocantins, através da Comissão de Defesa do Consumidor, a qual presidia até a última semana.

Ayres reforça que para a realização do estudo preliminar a Comissão contou com informações advindas dos órgãos competentes dos três poderes, o qual foi amplamente discutido com os representantes dos órgãos e apresentado posteriormente às entidades classistas.

Esclarece ainda que reconhecendo a importância de discutir o assunto de forma mais ampla, juntamente com os poderes e os representantes dos servidores, Ayres informa que retirou o estudo da pauta de discussões.

O deputado diz ainda no documento que: “Somos conscientes de que este conteúdo viralizado nas redes foi orquestrado politicamente. Isso é crime e nós vamos buscar os culpados. Nossas famílias não merecem receber informações inverídicas sobre assunto tão sério”.

Conforme o presidente do Sintras, a preocupação do sindicato é buscar as informações verídicas para continuar na defesa dos profissionais em saúde, filiados e representados ao Sintras, com o objetivo de garantir os direitos conquistados e amparados em Lei.

“Buscamos esclarecimentos por parte do deputado para desmistificar o conteúdo tão preocupante que chegou até a categoria, que de acordo com o seu conteúdo, afetaria diretamente suas conquistas históricas amparadas por lei”, ressalta Miranda.

O presidente informa aos servidores da saúde que o intuito deste esclarecimento solicitado ao deputado é dar clareza e também desmistificar este assunto que estava deixando a categoria preocupada com as informações,  e garantimos a todos os  nossos filiados e representados que estaremos  sempre  vigilantes  na luta pela garantia dos nossos direitos.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.