A deputada federal Josi Nunes(PMDB/TO) usou a tribuna durante a sessão deliberativa desta quarta-feira,06, para declarar seu voto favorável ao processo de impeachment da Presidente Dilma Roussef.

Ao citar a denúncia protocolada pelos juristas Hélio Bicudo, Miguel Reale e Janaina Paschoal, a parlamentar considerou evidente o crime de responsabilidade fiscal cometido pelo governo federal.

“A presidente Dilma, conforme a denúncia, descumpriu a lei ao editar uma serie de decretos sem número que resultaram na abertura de créditos suplementares, de valores muito elevados, em torno de 18 bilhões de reais, sem autorização do Congresso Nacional. A denúncia contra a Presidente demostra claramente que as condutas descritas constituem inegável crime de responsabilidade, nos termos do art. 10 da Lei nº 1.079/50, que considera crime de responsabilidade contra a lei orçamentária”, afirmou.

Para Josi, a presidente Dilma cometeu um erro grave ao omitir a real situação econômica do Brasil. “Ao omitir que a arrecadação do país estava muito abaixo dos gastos, a usar o dinheiro da união para pagar as despesas, ao efetuar as pedaladas fiscais, cometeu um erro gravíssimo, que de certa forma, influenciou no resultado das eleições. Sua reeleição não teria acontecido se todos os brasileiros soubessem a verdade, sobre a realidade econômica do país”, ponderou.

A peemedebista frisou ainda, que sua decisão de votar a favor do pedido de impeachment não é fruto de qualquer tipo de pressão. “A Presidente Dilma errou. Foram muitos os erros desta gestão. Uma sucessão de erros. Diante desses quadros, diante dessa avaliação, estou aqui manifestando a minha indignação e o meu voto favorável ao impeachment da Presidente. Esta decisão, e eu quero aqui, colaborar com a fala do Deputado que se expressou há pouco, não é fruto da intolerância que tem reinado nos últimos dias, não é fruto de pressão. Uma decisão como essa tem que ser de feita de forma consciente, não pode ser feita de uma forma açodada. Essa decisão é fruto de consciência, é fruto da observação das manifestações populares e é fruto da fidelidade partidária. Sou PMDB, sou Brasil! Voto pelo impeachment!”, finalizou.

Comissão

O relator da Comissão Especial que analisa o pedido de impeachment contra a presidente da República, o deputado Jovair Arantes (PTB/GO), apresenta seu relatório nesta tarde. A votação, segundo informações, está prevista para a próxima segunda,11. Vale ressaltar, que o parecer do relator é favorável a saída da Presidente.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.