A União dos Vereadores do Estado do Tocantins – UVET está dando continuidade ao trabalho de negociação junto ao Tribunal de Contas do Estado – TCE sobre a consulta para a retirada dos serviços de contadores e advogados dos 70% dos gastos pessoais das Câmaras de Vereadores do Tocantins.

Em mais uma visita ao tribunal, desta vez uma comissão da UVET visitou cada um dos conselheiros do TCE para solicitar a análise técnica, mas sem esquecer do componente o humano e de reconhecimento da atual realidade financeira das Câmaras tocantinenses.

“Sabemos da responsabilidade com as contas públicas, mas o que pretendemos com estas visitas é sensibilizar os conselheiros sobre a inviabilidade da atual determinação. Os orçamentos da maioria das Câmaras são baixos e não comportam mais gastos, senão extrapolarão o limite exigido por lei”, afirma o presidente da UVET, Terciliano Gomes.

Graças ao trabalho intenso, as negociações estão evoluindo. “Estamos entusiasmados com as conversas que tivemos. Sentimos que os conselheiros estão abertos a ouvir nossas demandas e agora vamos aguardar, sempre atentos”, comentou a presidente da Câmara de Lizarda, Thaline de Oliveira.

A iniciativa da consulta ao TCE partiu do Legislativa de Lizarda e tem o apoio integral da UVET. Participaram das reuniões o presidente da UVET, Terciliano Gomes; Thiago Simas, diretor financeiro da UVET; Thaline de Oliveira, presidente da Câmara de Vereadores de Lizarda; Cesio Roseno, vereador de Lizarda; Leidiane Mota Sousa, presidente da Câmara de Lajeado e diretora da UVET; e Dr. Marcos Emílio, advogado que está dando suporte à UVET nesta negociação.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.