Vicentino Ribeiro da Silva, vulgo “Querubim”, de 36 anos, foi encontrado no Hospital Regional de Araguaína nesta sexta-feira, 30. Ele estava internado usando um nome falso na unidade após ser baleado no começo da tarde. Os tiros foram enquanto ele estava com uma mulher e uma criança dentro do carro.

De acordo com o delegado regional Bruno Boaventura, por volta das 13h, a Delegacia de plantão recebeu informações de que um indivíduo havia sido vítima de disparos de arma de fogo, no Setor São João, tendo sido encaminhado ao Hospital Regional de Araguaína, onde se apresentou com o nome de Rodrigo Barros Amâncio.

O Delegado Plantonista e os agentes de polícia imediatamente foram até o HRA, a fim de verificarem o estado de saúde da vítima e colherem eventuais elementos de informação que pudessem contribuir para o esclarecimento da tentativa de homicídio.

Após levantamentos, os policiais verificaram que o documento de identificação apresentado pela vítima era falso e que seu verdadeiro nome verdadeiro é Vicentino Ribeiro da Silva, vulgo “Querubim”, criminoso de extrema periculosidade e um dos líderes de uma facção criminosa, que se encontrava foragido da justiça.

Depois de realizar consultas nos bancos de dados sobre a vida pregressa do indivíduo, os policiais localizaram a existência de dois mandados de prisão pelos crimes de homicídio e tráfico de drogas, pendentes contra o foragido, os quais foram prontamente cumpridos pela diligente equipe de plantão.

Em seguida, os policiais civis, com apoio de uma guarnição da Polícia Militar, identificaram o imóvel em que Vicentino, estava escondido. Após diligências no local, foi encontrado e apreendido um revólver calibre 38, municiado com seis munições intactas.

Ressalte-se que Querubim encontra-se fora de perigo e as circunstâncias relacionadas à tentativa de homicídio de que fora vítima serão devidamente apuradas pela equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP). A ação que resultou no cumprimento dos mandados de prisão contra Vicentino Ribeiro, foi realizada com total apoio de policiais militares do 2º Batalhão da PM, em Araguaína

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.