Concurso da Polícia Militar do Tocantins

Uma petição pública aberta por um candidato que realizou a prova do concurso público da Polícia Militar no último domingo, 11, já recebeu 18.902 assinaturas até o presente momento, veja AQUI a peça.

O autor elenca várias falhas na realização do certame, inclusive destaca a ocorrência registrada em Araguaína, em que um celular contendo supostas imagens do certame foi encontrado no banheiro de um dos locais de aplicação da prova.

Entre as irregularidades apontadas pelo candidato, está a quantidade de questões de informática presentes na prova, maior do que anunciado em edital, em detrimento de atualidades, além da falta de conteúdo relativo a direitos humanos, “exigência feita em Portaria Interministerial”, salienta o autor que destacou outras ocorrências registradas em Arraias e Araguaína.

A petição solicita ao Ministério Público Estadual (MPE) que apure os fatos e, caso comprovado, anule o certame. (Com: Jornal do Tocantins)

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.