Nesta terça-feira, 27, o vereador Léo Barbosa protocolou no Ministério Público Estadual, uma suposta denúncia de fraude no processo seletivo simplificado realizado pela Secretaria de Educação Municipal de Palmas para a contratação de professores temporários para a rede pública municipal.

O processo seletivo utilizou os critérios de avaliação por meio da prova de títulos referentes à escolaridade, tempo de serviço e aperfeiçoamento profissional. Mas as denúncias de fraude se dá pelo não respeito à ordem de classificação do resultado final, onde  alguns concorrentes entraram com nota muito abaixo do necessário, 29 pontos, enquanto a nota de corte foi de mais de 70 pontos

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.