João Carneiro foi morto a tiros / Foto: Divulgação

João Batista Carneiro, gestor público, de 35 anos, foi morto a tiros na tarde desta sexta-feira, 23, no povoado Floresta, na zona rural do município de Wanderlândia.

O crime aconteceu, por volta das 17h. Segundo moradores da região, Batista era funcionário da prefeitura da cidade e estava sem documentos.

Conforme a delegada responsável pelo caso,  Sarah Lilian de Souza Rezende, Carneiro morava em Araguaína e foi levado até o local do crime por uma pessoa conhecida. As motivações do assassinato ainda estão sendo investigadas.

De acordo com a Polícia Militar, testemunhas disseram que ouviram três disparos e ao olhar para o local, viram quando um carro saía em alta velocidade. Carneiro morreu no local. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal de Araguaína.(Com informações do G1)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.