Com data e horário oficializados para deixar o cargo e se dedicar à pré-candidatura ao governo do Estado do Tocantins, o prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB), fez na tarde desta quinta-feira, dia 8, mais uma referência ao trabalho de sua gestão e tranquilidade sobre os rumos da capital. Ao se dirigir a servidoras, o gestor reafirmou estar realizado por passar o cargo no próximo dia 3, às 8h45, à vice-prefeita,  Cinthia Ribeiro. “Cinthia [Ribeiro] assumirá uma cidade organizada, que foi transformada por uma equipe de gestão que não priorizou política, mas sim a necessidade de mudança do paradigma da administração. E tenho certeza que, após o dia 3 de abril, às 8h45, Palmas vai ganhar um toque especial com o “algo mais” que a Cinthia vai dar a Palmas e que a cidade precisa”, afirmou.

A declaração do chefe do Executivo Municipal foi dada durante abertura de atividades alusivas ao Dia da Mulher, no início da tarde, no Instituto 20 de Maio de Ensino, Ciência e Tecnologia. Amastha ressaltou ainda que a escolha de Cinthia Ribeiro para ser a vice na disputa pela prefeitura em 2016 “enalteceu a chapa na oportunidade”. “Tem gente que escolhe vice por acordos, por questões políticas, etc… Ninguém me obrigou a escolher a vice. Eu optei pela Cinthia e acertei! Não poderia ter sido outra pessoa a ser escolhida para assumir essa cidade, que é referência e foi transformada. Cinthia enalteceu a chapa e no período que exerceu o cargo de prefeita fez com muita competência”, disse.

Capital transformada em 5 anos

Desde que assumiu a prefeitura de Palmas, em 2013, entre outras ações, a Capital sofreu uma transformação. Foram, ao todo, 20 novas unidades de saúde; três novas escolas de tempo integral; oito creches; um dos maiores investimentos em pavimentação, investimento em infraestrutura; limpeza pública e iluminação, além do orgulho trazido de volta ao palmense por uma série de investimentos na cidade.

A vice-prefeita participou do encontro com as servidoras, agradeceu a confiança de Amastha e fez um pedido ao funcionalismo municipal: “Este é o momento para marcarmos um novo tempo no Estado após essa transformação na Capital. Realmente, não fui escolhida por por arranjo político, ou por pressão de alguém. E tenho uma missão, que será cumprida com vocês, servidoras e servidores, que é dar continuidade a uma gestão de excelência que há hoje em Palmas”. Como oficializou a Câmara Municipal, Amastha deixará o cargo de prefeito no próximo dia 3 de abril, às 8h45, para a disputa do governo do Estado.

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.