Presidente da Assembleia, Mauro Carlesse

O presidente da Assembleia Legislativa, Mauro Carlesse (PHS), assumirá o cargo de governador interino do estado. O parlamentar deverá deixar os trabalhos no Poder Legislativo para assumir a chefia do Poder Executivo temporariamente devido à cassação  do governador Marcelo Miranda (MDB) e da vice, Claudia Lélis (PV), ocorrida hoje pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Segundo o presidente, com serenidade e responsabilidade está preparado para assumir sua obrigação constitucional.  Carlesse aguarda a comunicação oficial da Justiça Eleitoral para assumir a chefia do Executivo.

Entenda

O TSE cassou os diplomas do governador e da vice. O processo, que analisa caixa dois durante a campanha de 2014, começou em 2015 após uma aeronave ser apreendida com R$ 500 mil em Goiás.

O julgamento no TSE começou em 2017, mas o ministro Luiz Fux havia pedido para analisar o processo, que estava parado desde então. No primeiro julgamento, a relatora do processo, ministra Luciana Lóssio, votou contra a cassação da chapa. Porém, nesta quinta, os ministros cassaram os diplomas por 5 votos a 2.

A decisão tem efeito imediato e o governador deverá deixar o cargo para realização de novas eleições, na qual o vencedor deverá ocupar o cargo até o final deste ano.Porém, a defesa do advogado pode recorrer ainda dentro do próprio órgão.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.