Foto: reprodução Tv Anhanguera

Em Babaçulândia, no norte do Tocantins, uma tradição reuniu devotos de São José em uma procissão diferente, dentro da água. De canoas e balsas, os fiéis percorreram o rio Tocantins, nesta segunda-feira, 19, agradecendo o padroeiro da cidade pelas bênçãos recebidas.

A cidade nasceu às margens do rio, de onde famílias tiram o sustento. Durante a tradição, o respeito pelas águas se mistura com a fé.

A devoção pelo santo que tinha a carpintaria como profissão e que se tornou protetor dos trabalhadores reflete a vida do pedreiro Ovidio Rodrigues. Para ele, o dia do santo é um momento para prestar homenagens. “Carpinteiro, que sofreu, batalhou e agora nós estamos com São José batalhando também, fazendo essa homenagem a ele”.

Antes de navegar pelo rio, os devotos saem pelas ruas carregando a imagem e cantando músicas de agradecimento ao santo. Na porta de casa, a aposentada Urana Rego acompanha os fiéis passarem e faz questão de acompanhar. “Essa procissão eu acho muito boa e gosto de ver. Todo ano, eu boto a mesa aqui fora para assistir”.

O caminho pelas ruas estreitas é curto. O destino dos fiéis é o rio. As canoas e as balsas enfeitadas com balões e bandeirolas ajudam a completar o trajeto. “São José na igreja também é o padroeiro das famílias e esta festa desperta no nosso povo a importância da família”, comenta o padre Antônio Alves.

A imagem ganha destaque na balsa e as águas viram cenário de devoção. O caminho é um momento de reflexão, é hora de agradecer. “É muito emocionante. Eu tenho muita fé em São José, que tudo venha dar certo”, finaliza a pescadora Arcilene Alves Soares. (G1)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.