Prefeito Amastha conversa com feirantes

O prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB), assinou neste domingo, 25, a ordem de serviço para a reforma geral da Feira do Jardim Aureny I e anunciou que o início das obras começa já no início de abril. “É fundamental que os feirantes palmenses e de outras cidades do Tocantins tenham espaços adequados para que possam comercializar seus produtos com segurança e comodidade, o que atrairá ainda mais consumidores, aumentará as vendas e impulsionará esse setor tão importante para a economia”, ressaltou.

Pré-candidato a governador do Tocantins, Amastha lembrou que, além dos investimentos feitos na reestruturação das feiras da Capital, a Prefeitura investe na capacitação dos feirantes e produtores para que eles aperfeiçoem suas técnicas de manuseio de alimentos, fiquem atualizados sobre o sistema de organização, o estatuto da feira e o licenciamento sanitário.

Feirantes precisam de espaços apropriados

“A feira é um espaço para todos, por isso é importante que os feirantes tenham condições de oferecer o melhor para seus consumidores”, afirmou Amastha durante a assinatura da ordem para o início das obras no Aureny I, lembrando que outras feiras da Capital já estão passando ou irão passar por ampla reforma dentro da política de sua gestão de apostar na economia popular, que gera emprego e renda para os palmenses.

“Os feirantes merecem um espaço com ambientes adequados, como boxe individualizado para poder comercializar seus produtos de forma segura. Já os consumidores precisam de espaços limpos, organizados, com banheiros apropriados e higienizados”, completou o prefeito.

O prefeito Amastha ainda ressaltou que todo o setor ganha com os investimentos na reforma da estrutura das feiras e na capacitação dos feirantes e dos produtores. “O feirante vai vender mais, o produtor vai vender mais e o consumidor vai consumir mais produtos de qualidade e garantidos pelos órgãos de fiscalização”, garantiu Amastha, lembrando que esse modelo pode ser expandido para qualquer cidade do Estado. “O palmense e o tocantinense querem produzir, trabalhar, ganhar seu dinheiro honestamente. E nós, gestores públicos, precisamos facilitar sua vida, não atrapalhá-lo”, completou.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.