Araguaína

O Governo do Estado, por meio da Companhia Imobiliária do Tocantins (TerraPalmas), vai realizar uma grande ação de cadastramento de imóveis de 648 famílias na cidade de Araguaína, entre os dias 23 e 26 de março (quinta-feira a domingo). O cadastramento consiste na penúltima etapa do processo de regularização fundiária das famílias ocupantes dos setores Vila Norte, Vila Cearense e Vila Piauiense, em Araguaína. Uma equipe da TerraPalmas estará recebendo as famílias e realizando os cadastros na Paróquia São Vicente de Paulo, das 8 às 18 horas.

O presidente da TerraPalmas, Aleandro Lacerda, explica que as famílias aguardam essa regularização há mais de 40 anos. “Graças ao empenho do governador e da equipe envolvida, conseguimos viabilizar a tão sonhada regularização dos imóveis de 648 famílias de Araguaína. A população das vilas Cearense e da Piauiense, por exemplo, ocupam estes lotes desde 1974”, disse.

Segundo a diretora imobiliária da TerraPalmas, Zélia Bandeira, depois que for realizada a etapa de levantamento e cadastramento das famílias, “serão analisados os processos e a documentação apresentada, e logo após serão emitidos os títulos de propriedade dos imóveis”, explicou.

Cadastramento

O cadastro imobiliário das áreas compreende um total de 280.701 m² dos setores Vilas Norte (242.000 m²), Piauiense (8.483 m²) e Cearense (30.218,00 m²), na cidade de Araguaína. Essa é uma ação realizada pelo Governo do Estado, por meio da TerraPalmas, viabilizada pela Lei de doação nº 3.109, de 18/05/16 – DOE nº 4.624 de 19/05/16, regulamentada pelo Decreto n° 5.568, de 13 de janeiro de 2017 (DOE n° 4.797 de 31/01207).

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.