Após denúncia de utilização de bem público indevidamente e verificar a veracidade das informações, o Ministério Público Estadual (MPE), por meio da Promotoria de Justiça de Peixe, acionou a polícia militar e polícia civil que autuaram em flagrante o Prefeito de Sucupira, Valdir Ribeiro de Castro, pelo crime de peculato, que é quando servidor público comete ato contra a administração.

De acordo com o Promotor de Justiça Mateus Ribeiro, no final da tarde desta segunda-feira, 07, o prefeito utilizando-se do carro do município se deslocou de Sucupira até a cidade de Peixe, juntamente com outras três pessoas, com a finalidade de ir até a zona eleitoral para transferir o domicílio eleitoral de duas delas. As informações foram confirmadas por servidor do cartório daquela cidade.

De imediato, o Promotor de Justiça solicitou a presença da polícia no local que conduziu o prefeito e as outras pessoas até a delegacia, onde prestaram depoimento. Apenas o prefeito ficou detido e passou a noite na delegacia. O prefeito pode responder pelo crime de peculado, ato de improbidade administrativa, além de crime eleitoral.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.