O líder do Prefeito Carlos Amastha na Câmara Municipal de Palmas, o Vereador José do Lago Folha Filho, não tem tido uma vida fácil nos últimos dias.

Com projetos, diríamos polêmicos, tramitando com bastante fervor popular, provocados em sua esmagadora maioria pelos Vereadores, agora de oposição, o Vereador Folha permanece leal ao paço municipal. Leal, por que aqueles que hoje são oposição, até pouquíssimo tempo defendiam o Prefeito com unhas e dentes, de uma hora para outra, sob motivos no mínimo suspeitos, partem viscerais à oposição .

Bom, coisas da Política. Ou da velha política se preferir.

Quem tem acompanhado com cautela e pertinente entendimento as últimas discussões na Câmara, percebe que há mais “teatro” do que qualquer outra coisa no comportamento oscilante de alguns parlamentares.

O famoso “colocar lenha na fogueira”
Mais a troco de quê?
Ou melhor dizendo, de quem?
Contrário a essa “encenação” toda, Vereador Folha segue uma linha mais pragmática. Com profundo entendimento sobre os regimentos da casa e das matérias apresentadas.

Leia-se o que foi a celeuma dos vetos do Plano Municipal de Educação e das falácias e inverdades sobre o PREVIPALMAS.

Muita desinformação e certa má fé por quem propaga notícias descabidas afim de confundir o Servidor Público Municipal. Obviamente o principal interessado no que tange à Previdência dos Servidores.

Notícias desencontradas e factoides.

Subterfúgio não muito nobre, mas enfim, faz parte.

Vereador no segundo mandato, Folha mantém a serenidade e o bom senso que lhe são característicos.

Continua na defesa contundente e implacável do Servidor Público de Palmas e da legalidade das proposituras apresentadas.

Pautas importantes para a população Palmense estão virando mero instrumento de palanque para antecipar processo eleitoral.

Lastimável.

O parlamento segue confuso.

Folha, alguns gostando ou não, para dissabor dos descontentes, mantém a coerência .

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.