Rian Brito, de 25 anos, está desaparecido desde o dia 23 (Foto: GNews)
Rian Brito, de 25 anos, está desaparecido desde o dia 23 (Foto: GNews)

Um corpo foi encontrado na manhã desta quinta-feira (3) durante as buscas por Rian Brito, neto de Chico Anysio, em uma praia na área do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, em Quissamã, no Norte Fluminense. Familiares do jovem de 25 anos estão indo para o local com o objetivo de reconhecer se o corpo é do neto do Chico Anysio, desaparecido desde o último dia 23. No último domingo (28), pertences dele foram achados na localidade.

Segundo Marcos César dos Santos, subchefe do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, a Polícia Civil e a Defesa Civil estão no local para auxiliar nos procedimentos de reconhecimento do corpo que estava na areia da praia.

O corpo foi encontrado em alto estado de decomposição, com o rosto desfigurado, de acordo com o chefe da Defesa Civil Amaro Garcias. Ainda segundo ele, um motociclista teria visto o corpo e avisou a equipe de buscas. O corpo estava na localidade de Lagoa Preta, a 6 km do farol da Praia de Flexeira.

O sobrevoo do local contou com uma aeronave da Petrobras. O helicóptero foi solicitado pelo Instituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio), que administra a área ambiental.

Quatro picapes, quatro quadriciclos, dois bugres e três barcos foram disponibilizados pelo ICMBio. Uma equipe da Guarda Ambiental de Macaé também participou das buscas. O Parque Nacional engloba Macaé, Quissamã e Carapebus e possui 44 Km de praias e 18 lagoas.

Foi visto em ônibus para Quissamã

Na quarta-feira (2), Márcia Brito, mãe de Rian Brito, informou em um post em seu perfil numa rede social que imagens de câmeras mostraram o rapaz pegando um ônibus na rodoviária Novo Rio sozinho para Quissamã, no Norte Fluminense.

“Agradeço imensamente a todos queridos que se empenharam na busca do taxista. Podemos deixá-lo em paz. Confirmado pelas câmeras que Rian pegou da rodoviária sozinho o ônibus pra Quissamã. Então, o taxista, que não quer aparecer, tava com medo de dizer que levou Rian para a rodoviária e pensarmos que ele fosse suspeito”, diz ela no post.

Márcia acompanhou todo o trabalho de buscas em Quissamã e postou uma foto meditando sentada em frente à delegacia. Ela agradeceu ainda ao coordenador da Defesa Civil em Quissamã, Amaro Garcias.

“Rei da gentileza, determinação, profissionalismo, respeito e fé, que olhou no fundo dos meu olhos com seus olhos azuis cheios de lágrimas e disse: vou trazer seu filho!”, postou ela.

Mãe acreditava que Rian poderia estar meditando

Na terça-feira (1º), Márcia Brito disse acreditar que o filho poderia ter escolhido o local para meditar.

“Tô aqui pensando que ele pode estar eremita, ele adora meditar, ele pode estar eremita lá dentro de um lugar lindo que eu vi pelo mapa. A gente tem que ir até o fim com essa esperança. Vamos concentrar porque estou concentrada em achar ele. É um lugar lindo que a gente escolheria para passear. Quem sabe, né?”.(G1.globo)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.