DEP. Mauro Carlesse
DEP. Mauro Carlesse

Assembleia Legislativa aprovou por unanimidade, nesta terça-feira (15), o projeto de lei de autoria do deputado Mauro Carlesse (PHS), dispõe sobre a concessão de meia passagem para estudantes em transportes coletivos ou intermunicipais no Estado do Tocantins. O projeto aprovado segue agora para a sanção do governador Marcelo Miranda.

De acordo com Carlesse, o custo das passagens para os estudantes é muito alto, o que vem contribuindo para o elevado número de evasão e desistência de muitos estudantes que necessitam de transporte público para chegar à universidade.

Na sua justificativa, Carlesse argumentou que muitos dos alunos tocantinenses moram em localidades vizinhas a cidades onde estão situadas as escolas e faculdade em que estudam, e, por isso, dependem do transporte coletivo ou intermunicipal para fazer esse deslocamento e assim darem continuidade aos estudos.

De acordo com parlamentar, os acadêmicos que dependem deste transporte, na sua maioria, não têm condições financeiras de arcar com o alto custo que acarreta, daí a necessidade do poder público estadual buscar mecanismos que possibilitem apoiar esses estudantes, principalmente, para que não interrompam os estudos.

“No ano passado representantes da classe estudantil de várias instituições de ensino, participaram de audiência pública, onde reivindicavam redução de 50% no preço da passagem do transporte aos alunos em nível estadual, uma vez que muitos desses alunos passam por dificuldades financeiras para se manterem e não têm conduções de bancar os altos custos com essa locomoção. Por isso apresentamos esse projeto de lei que eu tenho certeza que vai ser sancionado pelo governador Marcelo Miranda, por ser tratar de uma iniciativa de grande alcance social”, finalizou  Carlesse.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.