DSC_0002Dezenas de manifestantes indígenas da etnia Apinajé realizaram na manhã desta quinta-feira (17), manifestação pacífica pelas ruas da cidade. Esta é a primeira vez na história de Tocantinópolis, que os nativos saem às ruas do município pedindo melhorias para a população indígena.

Com faixas e palavras de ordem os manifestantes clamavam por avanços nas áreas da educação, infraestrutura, saúde e esporte. Segundo o cacique da Aldeia Mariazinha, Emílio Dias Apinajé, o protesto foi passivo e serviu para chamar a atenção das autoridades municipais, estaduais e federais.

Um dos pontos de parada da manifestação foi em frente à Prefeitura, onde os Apinajés pediram a presença do Gestor Municipal para que o mesmo desse algumas explicações quanto aos pedidos reivindicados durante a caminhada.

Fabion estava participando de uma audiência pública sobre o processo eleitoral desse ano, no Fórum de Tocantinópolis, promovida pelo Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE), em parceria com a 9ª Zona Eleitoral de Tocantinópolis, por esta razão, o prefeito não se encontrava no paço municipal, mas foi comunicado da presença dos indígenas em frente à Prefeitura, e atendendo ao pedido dos nativos, foi prontamente falar e ouvir quais reinvindicações os mesmos apresentavam.

Uma das reivindicações é na área da educação. Ao fazer o pronunciamento das demandas, os indígenas ouviram atentamente o prefeito Fabion, que na ocasião destacou que o município sempre atende as demandas dos índios. “Isso é questão da FUNAI, mas o município vai absorver os alunos de até seis anos de idade na Aldeia Mariazinha. Ou seja, iremos implantar uma escola para atender esta demanda. Nunca teve um prefeito em Tocantinópolis para ajudar os índios mais do que o Fabion. Vocês tem livre acesso ao meu gabinete na hora que querem. Nunca um cacique veio aqui para não ser atendido. Eu estava em uma reunião no Fórum e vim aqui atender vocês, porque eu tenho amizade e consideração por vocês. Agora se o Estado e a FUNAI não cumpre com os compromissos, não é problema do prefeito não”, informou.

Fabion frisou ainda que o município tem prestado um amplo trabalho nas aldeias, como por exemplo, curso de preparação para o vestibular/Enem, viveiros de plantas nativas, pagamento de estadia em Goiânia para conclusão de curso de alguns índios, dentre outros. “As caçambas estão à disposição de vocês na hora que vocês quiserem. Quando tiverem a ajuda do Estado e da FUNAI o prefeito estará prontamente à disposição para atender vocês com duas caçambas novas. A quadra de esportes não foi feita porque o município ainda não adquiriu recursos para a construção do espaço esportivo. Só podemos fazer as coisas quando se tem recursos. Mas o que eu puder fazer pelos índios eu faço. O prefeito não dá conta de fazer tudo, mas ele faz um pouco e não deixa de fazer. Eu estou à disposição e do lado de vocês, vocês sabem disso”, disse Fabion.

Sobre a pavimentação da Rodovia TO-126, Fabion falou que a questão é entre o Estado e FUNAI. “O problema da estrada é do Estado e da FUNAI. Não é da Prefeitura. As responsabilidades municipais com os índios são a partir do momento que eles adentram a área urbana do município. A FUNAI e SESAI são responsáveis pela saúde; o Estado é responsável pelas estradas e pela segurança. Agora quando chega aqui no hospital, a responsabilidade já é do município. Estamos fazendo a nossa parte e vamos continuar fazendo”, destacou Fabion.

Sobre as estradas vicinais que cortam as aldeias, o prefeito Fabion informou também que a questão é de responsabilidade da FUNAI e do Estado. “A Prefeitura se comprometeu em ajudar com o petróleo e duas caçambas para ajudar na revitalização das estradas que interligam as aldeias. O município atua apenas como parceiro para servir bem os indígenas”, frisou.

Fabion disse ainda que os indígenas tem o livre direito de fazerem suas manifestações. Isso é um direito de todos, assegurado pela constituição. “Se eles vieram até aqui é porque estão no seu livre direito de protestar e requerer melhores condições de vida para eles. Estaremos à disposição e iremos fazer de um tudo para atender as demandas deles de acordo com as limitações que regem e que são de responsabilidades do município”, finalizou o prefeito.

DSC_0018 DSC_0934 DSC_0999 DSC_1009

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.