Unitins
Unitins

A Fundação Universidade do Tocantins (Unitins), representada pela reitora Elizângela Glória Cardoso, participará de uma audiência pública na Assembleia Legislativa (AL) na tarde desta quinta-feira, 26, às 14 horas, para debater sobre a universidade. O pedido da audiência foi realizado pelo líder do Governo na AL, deputado estadual Paulo Mourão.

Para a reitora Elizângela Glória Cardoso, o momento é oportuno e importante para apresentar a situação atual da universidade, que é pública e por isso deve dar transparência as suas ações. “Contamos com o apoio e a participação ativa de toda a comunidade acadêmica, da sociedade em geral, do poder público, poder judiciário e Assembleia Legislativa para juntos propormos estratégias de superação da situação atual e realizarmos um planejamento futuro que venha de fato fortalecer a universidade em sua totalidade, tendo em vista o desenvolvimento do Estado do Tocantins”, afirmou.

A reitora destaca a necessidade de se estruturar os campi em Araguatins, Augustinópolis e Dianópolis, onde são ofertados oito cursos presenciais, dentre eles na área jurídica e da saúde. Segundo informou o deputado Paulo Mourão, a audiência deve discutir justamente a situação, de modo a apresentar soluções acerca da viabilidade pedagógica, estrutural e econômica nesses campi, por meio da Comissão de Educação, Cultura e Desporto.

Tanto o parlamentar quanto a reitora Elizângela Glória Cardoso destacam a preocupação do governador Marcelo Miranda com os campi e quanto o restabelecimento da ordem jurídica legal da Unitins. Para a reitora, a sensibilidade do governador Marcelo Miranda em destinar o aporte financeiro para a instituição comprova a preocupação do Governo em oferecer aos tocantinenses uma educação de qualidade.

Para Mourão, “o governador Marcelo Miranda tem se empenhado e se preocupado com a situação da Unitins, por isso já destinou orçamento de R$ 38 milhões, sendo R$ 20 milhões para o Campus de Palmas e R$ 18 milhões para atender as necessidades dos campi de Araguatins, Augustinópolis e Dianópolis. Alguns parlamentares destinaram emendas para garantir recursos a fim de contribuir com a reestruturação da Universidade”, disse.

Foram convidados para a audiência pública o Procurador Geral do Estado, a reitora e o ex-Reitor da Unitins, o Presidente do Conselho Estadual de Educação do Tocantins, Ministério Público Estadual, o Ministério Público do Trabalho, o Secretário da Educação e a classe acadêmica.

A reitora Elizângela Glória Cardoso reitera o convite aos acadêmicos de todos os campi da Unitins, que se estende também a toda a comunidade acadêmica.(Ana Cássia)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.