Dando continuidade às ações da operação “Jogo Limpo”, a Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Repressão a Crimes de Maior Potencial Contra a Administração Pública (DRACMA), efetuou, no final da tarde da última segunda-feira, 26, novas diligências no prédio que abriga a Secretaria de Governo do Município de Palmas.

Conforme o delegado Guilherme Rocha Martins, titular da Dracma e responsável pela operação, no local, os policiais civis apreenderam computadores, aparelhos celulares, processos e relatórios contábeis de interesse da investigação, mediante cumprimento de novos mandados de busca e apreensão.

Ainda segundo o delegado, 13 dos 22 presos, na segunda-feira foram colocados em liberdade pelo fato de que as informações prestadas por eles, até o momento, foram suficientes para as pretensões investigativas, não havendo a necessidade da manutenção das prisões dos mesmos. No entanto, nove dos investigados ainda se encontram presos e dois indivíduos ainda se encontram foragidos e até o momento, não foram localizados.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.