Foto Divulgação

Atuando como responsável pela operacionalização do Estacionamento Rotativo de Palmas desde fevereiro de 2016, a empresa Blue começa o ano apresentando novidades no sistema. A operação se inicia no dia 06 de fevereiro e irá funcionar durante uma semana com aplicação da Tarifa de Pós Utilização (TPU) de forma educativa.

Além das formas de fazer o check-in já conhecidas e utilizadas pelos palmenses, em breve, os usuários poderão também adquirir cartões recarregáveis e numerados com a possibilidade de inserção de créditos, recargas e validação nos parquímetros, pontos de venda, na sede da empresa ou pelo aplicativo Blue.

“Vamos inserir módulos de cartão magnéticos nos parquímetros que irão oferecer a possibilidade do usuário fazer seu check-in também através da máquina. O cartão funcionará da seguinte maneira: na aquisição o usuário pagará o valor de R$10 (dez reais) e terá R$7 (sete reais) revertidos em créditos de estacionamento rotativo. Depois disso o usuário poderá recarregar o cartão sempre que necessário”, explica o gerente de operações Fernando Miranda.

Em atendimento a uma antiga reivindicação dos comerciantes da Capital, outra mudança é em relação ao horário de funcionamento do Estacionamento Rotativo. Em 2017 ele passa a funcionar de 09h as 17h de segunda a sexta e de 09h as 12h aos sábados. Os valores cobrados continuam os mesmos.

Valores

Automóveis, camionetes, pick-up, caminhões e triciclos pagam R$1 (um real) para permanência de 30 minutos na vaga; R$2 (dois reais) para permanência na vaga de 30 até 60 minutos; R$4 (quatro reais) para permanência na vaga de 60 até 120 minutos; R$5 (cinco reais) para permanência na vaga de 120 até 240 minutos. Este último valor é apenas para a Zona Verde.

Os valores para motocicleta serão de R$0,75 (setenta e cinco centavos de real) para até 30 minutos de permanência na vaga; R$1,50 (um real e cinquenta centavos) para até 60 minutos de permanência na vaga; R$2,25 (dois reais e vinte cinco centavos) para até 120 minutos de permanência na vaga; R$3,75 (três reais e setenta e cinco centavos) para até 240 minutos de permanência na vaga.

Agentes

Entre as novidades está também a nova postura de fiscalização dos agentes do Blue. A partir de agora estes profissionais deixam de realizar o check-in para se posicionarem como agentes fiscalizadores.

Entre as mudanças anunciadas, este ano, todos os usuários têm um período de quinze minutos de tolerância para fazer o check-in, aqueles que não o fizerem irão receber a TPU, que após período educativo, volta a ser cobrada no valor de R$10. A tarifa poderá ser paga no escritório da empresa, nos pontos de venda, nos totens e pela internet em até três dias úteis.

“A TPU vai ser emitida após 15 minutos da constatação da irregularidade. A fiscalização é feita pelos agentes por meio de dispositivos móveis, com um aplicativo OCR que lê as placas dos veículos. Estes profissionais vão percorrer os bolsões escaneando as placas e em caso de irregularidades, emitirão as TPU’s”, esclarece Fernando.

Em breve, os usuários do Estacionamento Rotativo também poderão utilizar uma vaga por 30 minutos quando forem ao Resolve Palmas de forma gratuita, validando o ticket no guichê do Blue.

Além das novidades, a empresa continua oferecendo as ferramentas já conhecidas da população para realização da check-in como o parquímetro (moedas), os terminais de autoatendimento (cartões de crédito e débito) e o aplicativo. Os talões ficam disponíveis como uma opção de check-in por mais 150 dias ou enquanto durar o estoque da empresa sem que haja perda financeira para o cidadão.

“O que queremos é facilitar a vida do usuário e todo o processo de estacionar, por isso oferecemos diversas maneiras para o usuário realizar o check-in e pagar pelo uso da vaga. Realizamos estas mudanças porque como empresa que cuida da operação do Estacionamento Rotativo em Palmas, queremos sempre oferecer um serviço de qualidade e que responda as demandas do usuário. Além, claro, de sempre prezar pela democratização do uso da vaga”, afirma o gerente.

 

Histórico

O Estacionamento Rotativo em Palmas começou a operar no dia 02 de fevereiro de 2015. O sistema foi instituído através da lei municipal n° 1.861 de 17 de fevereiro de 2012. Desde então, a empresa responsável pelo rotativo fez melhorias e investimentos na cidade por meio de obras de infraestrutura e da implantação do sistema.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.