Foto: Portal O Norte

Um homem foi preso depois de esfaquear dois jovens que são irmãos. O crime aconteceu na madrugada deste sábado, 04, na zona rural de Goiatins, norte do Tocantins.

Tudo aconteceu durante um aniversário em uma chácara. Uma das vítimas identificada como Orlean Lima Figueira disse que ele e o irmão, Alberto Lima Figueira, chegaram na festa onde o autor, Renato Moreira de Souza, já estava.

Segundo Orlean, Renato empurrou seu irmão que em seguida foi tomar satisfação e acabou atingido por uma facada na altura do peito esquerdo. Ainda ferido, Orlean afirma que Alberto Figueira se armou com uma garrafa e atingiu Renato na cabeça.

Percebendo a ação, Orlean disse que foi tentar defender Alberto e também acabou atingido por três golpes de faca, nos dois braços e no abdômen.

Orlean não soube explicar motivação da confusão e disse apenas que Renato já havia comentado no dia anterior pela cidade, que mataria um dos três irmãos. “Nunca fiz negócios com esse rapaz, acho que nunca troquei mais de duas palavras com ele”, disse.

Orlean e Alberto foram socorridos e encaminhados para o Hospital Regional de Araguaína (HRA). Orlean já recebeu alta e Alberto continua internado em observação.

Depois de ferir os dois irmãos, Renato fugiu da festa. A Polícia Militar foi acionada e realizou diligências na tentativa de localizar o autor, que foi encontrado no final da tarde de sábado, 04, em outra chácara da região. A PM conseguiu capturar Renato depois de uma ligação anônima informando o local onde ele estava supostamente escondido.

Renato disse que Alberto quem começou a discussão e o atingiu com uma garrafada da cabeça. “Eu fiquei meio cego na hora e puxei a faca pra me defender”, disse Renato que também teve o olho machucado durante a briga.

Sobre a causa da confusão que quase terminou em tragédia, Renato afirma que teria motivação política, mas não relatou detalhes sobre o assunto. (Fonte: Portal O Norte)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.