A Polícia Civil do Tocantins, por meio da Delegacia Especializada em Investigações Criminais de Araguaína (Deic Norte), em uma ação integrada com a Central de Inteligência da Polícia Militar do Estado de Goiás, prendeu na noite desta quinta feira, 9, um homem de 43 anos, de posse de um fuzil, em Araguaína.

Segundo o delegado da Deic Norte,  José Anchieta, a Polícia Civil chegou até Antonio após informações compartilhadas com a equipe de inteligência da PM do Goiás.  Dois presos daquele estado, suspeitos de roubo e envolvimento em crimes no Tocantins, repassaram a PMGO informações relacionadas a comercialização de um fuzil que aconteceria em Araguaína.

“A arma seria comercializada por Antônio Leite Mourão, 43 anos, e a entrega foi marcada para ser realizada em um posto de combustível na saída de Araguaína, onde a equipe da Deic Norte abordou o indivíduo e o prendeu”, comenta o delegado.

Posteriormente, de posse de outras informações, a Polícia Civil realizou diligências na residência do suspeito, onde foram encontradas diversas peças para a fabricação de armas de fogo artesanais. Em outra residência foi encontrada outra arma de fogo, sendo uma carabina da marca Winchester, calibre .44 Magnum.

Segundo o delegado, o Fuzil calibre 762, apreendido com o suspeito, é de uso restrito das forças armadas. “Embora a arma seja de modelo antigo, é rotineiramente utilizada em ações criminosas de roubo a instituições financeiras”, completa.

Detalhes da operação

Antes desta prisão, equipes da PM do Goiás localizaram uma residência na zona rural de Goianira (GO), que estaria sendo utilizada como esconderijo de criminosos oriundos do Tocantins.

“Assim, foi acionado o apoio do Grupo de Radiopatrulha Aérea, que após adentrarem no local, prenderam Daniel Ferreira Araujo, 29 anos, e apreendeu em seu poder cerca de 500 gramas de Cocaína, um Revólver, Taurus, Cal 38, n. QF 538369, uma Pistola, Taurus, 840, Cal .40, n. SI 067852, munições Cal .40 e uma caixa de munições Cal 12 intactas”, afirma o delegado.

Ainda segundo Anchieta, durante a oitiva, Daniel confessou que roubava jóias e ouro, e indicou a residência de seu comparsa, localizada em Goiânia (GO). Bruno Gonçalves Barbosa, 26 anos, foi detido posteriormente, sendo apreendido em seu poder 12 munições Cal 38 intactas.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.