Deputada Solange Duailibe

A deputada estadual Solange Duailibe (PR) participou nesta terça-feira, 7, de sua primeira sessão no exercício do mandato parlamentar e já apresentou quatro requerimentos. Os projetos são direcionados à região Sul e visam a criação e instalação de um campus avançado da Unitins e a criação e instalação de um campus da UFT ou do IFTO, ambos para o município Araguaçu. No caso das instituições federais, o requerimento é direcionado ao Ministro da Educação.

Além destes, a deputada solicita também ao Governo do Estado a designação de um delegado de Polícia, para o município de Sandolândia e o asfaltamento da TO-181, que liga Araguaçu ao Estado de Goiás.

Sobre os campus da Unitins e do IFTO ou UFT a serem implantados no município, a deputada argumenta que os estudantes que concluem o segundo grau ficam sem perspectivas no município e precisam buscar Gurupi ou outras cidades para alcançarem um curso superior ou o ensino técnico. A deputada entende que a implantação das instituições de ensino na cidade darão oportunidades a mais pessoas de se qualificarem e em seguida buscarem melhores oportunidades, além de evitar que parte da população deixe a região por falta de perspectivas.

Asfalto

Ainda para região da Araguaçu, a deputada Solange Duailibe apresentou requerimento ao Governo do Estado, solicitando o asfaltamento da TO-181, que liga Araguaçu ao município de Novo Planalto, no Estado de Goiás. De acordo com a parlamentar, parte da infraestrutura da rodovia, como as obras de arte, já estão prontas. Sendo a mesma um importante corredor de escoamento da produção agropecuária da região.

Delegado

Para o município de Sandolândia, também na região sul do Estado, a deputada Solange Duailibe solicita ao Governo do Estado a designação de um delegado de Polícia para o município. De acordo com a parlamentar, com mais de três mil habitantes, Sandolândia tem atingido índices de violência que preocupam a população da cidade e da região. “Mesmo tendo atuação da Polícia Militar, a população recente muito a ausência de Delegado de Polícia permanente na cidade”, argumentou.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.