Servidores estão em greve desde o dia 2 de fevereiro (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Servidores estão em greve desde o dia 2 de fevereiro (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

No final da manhã desta terça-feira, 23, o secretário de Estado da Saúde, Marcos Esner Musafir, recebeu os representantes e o presidente do Sindicato dos Profissionais da Enfermagem do Estado do Tocantins (Seet), Claudean Pereira Lima, com a intenção de tratar sobre as demandas para finalizar greve da categoria.

Na ocasião, o secretário informou que as solicitações que competiam à Saúde e poderiam ser atendidas estão em andamento. “O que podia ser feito de imediato, fizemos. As outras coisas quero conseguir juntamente com vocês. A Sesau [Secretaria de Estado da Saúde], de acordo com orientação de priorização de ações, está trabalhando arduamente para regularizar o abastecimento de materiais e medicamentos, estamos com inventário de todos os itens do Almoxarifado Central e de todos os 19 hospitais, isso para atender a um dos pedidos de vocês, mas para beneficiar o paciente. Assim como vocês pediram, nós também fizemos uma recomendação à empresa de alimentação para que melhore a qualidade do que está sendo servido nos hospitais, como, de fato, achamos que deve ser feito. A secretaria vai estudar o redimensionamento da enfermagem, assim como faremos a readequação do repouso, quando houver a liberação do recursos que estamos buscando”, disse o secretário.

Sobre a questão do redimensionamento da enfermagem, Musafir ainda acrescentou a proposta da criação de uma Câmara Técnica de Enfermagem que envolva os chefes das áreas nos hospitais para rever a questão da distribuição das horas.

“O governo quer ver vocês bem, quer dar boas condições de trabalho aos servidores, mas para isso precisamos ter condições econômicas. O Estado, assim como o Brasil todo, está passando por um momento muito difícil e nós precisamos estar juntos. A secretaria precisa da ajuda de vocês, precisa que o controle do movimento nos ajude, porque nós não podemos e não vamos prometer o que não podemos cumprir”, disse.

O presidente do sindicato afirmou que entende o difícil momento pelo qual o Estado está passando e percebe o esforço que vem sendo feito pela Secretaria de Estado da Saúde. “Nós percebemos o esforço da Sesau e vamos levar essa conversa para os trabalhadores avaliarem”, informou.

Pagamento

O Governo do Estado assumiu o compromisso de pagar os plantões extras dos servidores da Saúde referentes a setembro de 2015 e também o pagamento do mês dos adicionais de insalubridade e noturno já no dia 13 de março. O impacto na folha de pagamento será de R$ 3,3 milhões.

Em cumprimento ao que foi acordado com as entidades classistas, representantes dos servidores, durante reunião que aconteceu na sede da Sesau, no último dia 15, o secretário da Administração, Geferson Barros, enviou, nesta semana, um ofício em resposta às reivindicações da categoria,  sugerindo a formulação de um novo cronograma, a ser discutido em conjunto com os sindicatos até abril, quando será avaliada a evolução da receita frente às despesas correntes do Executivo, para aplicação a partir de maio.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.