Foto: Elizeu Oliveira
Foto: Elizeu Oliveira

O Parlamento Amazônico se reuniu em Palmas com o governador Marcelo Miranda, no palácio Araguaia.  Apresentaram o trabalho que o grupo vem fazendo para encontrar soluções comuns as necessidades dos estados que compõem a Amazônia Legal.  O Parlamento Amazônico é formado por deputados dos sete estados da região Norte, mais o Mato Grosso e o Maranhão.  O foco do trabalho  é aliar desenvolvimento sustentável com  desenvolvimento econômico, sem causar danos. Para o Tocantins, o governador Marcelo Miranda pontuou duas questões que merecem a atenção do Parlamento: a questão indígena e o desmatamento.

No Estado do Amazonas foi encontrada grande quantidade de Potássio, minério usado como fertilizante na agricultura. A previsão da instalação de uma fábrica na cidade de Autares, no Amazonas, produzirá até 14 mil produtos derivados do potássio. Isso muda a realidade do Brasil, afirmou o presidente do Parlamento Amazônico, deputado estadual pelo Amazonas, Sinésio Campos. O deputado estadual pelo Tocantins, Waldemar Junior, citou dois assuntos que todos os estados da Amazônia Legal têm: a falta de empresas interessadas em se instalar na região e a liberação de estradas importantes para o desenvolvimento, por órgãos ambientais.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.