A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da 9ª Delegacia Regional de Arraias, com apoio da Polícia Militar e também de policiais civis e militares de Goiás, deflagrou, na última semana, a operação “Togo”, que teve como objetivo desvendar o furto de materiais da empresa Itafós, localizada em Arraias, sudeste do Estado.

Conforme a delegada Melicia Resende Rocha, a operação, que foi comandada pelo delegado Ronan Alves Mendes e supervisionada pelo delegado Regional José Antônio da Silva, também objetivou dar cumprimento a cinco mandados de busca e apreensão a locais, em Campos Belos (GO) e Arraias(TO) e resultou na prisão de duas pessoas e na apreensão de veículos com indícios de adulteração, bem como armas de fogo e equipamentos roubados da empresa.

A operação teve início, ainda na madrugada e contou com a participação de mais de 50 policiais civis e militares do Tocantins e Goiás, sendo que os alvos estariam localizados nos municípios goianos de Monte Alegre de Goiás e Campos Belos.

Após várias incursões, os policiais apreenderam três veículos clonados, uma espingarda, uma réplica de pistola, facas, além de vários equipamentos furtados da empresa, dentre eles; máquina de solda, furadeira e gerador

As investigações foram intensificadas pela Polícia Civil do Tocantins a fim de recuperar os demais objetos furtados e identificar e prender os autores da ação criminosa. A operação também contou com a participação da delegada Vanusa Regina de Carvalho, de Arraias, além de policiais civis, de Novo Alegre e Aurora do Tocantins.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.