A atuação da equipe de fiscalização do Escritório Regional do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) de Pedro Afonso resultou na apreensão de 200 metros de redes malhadeiras. O trabalho foi realizado no sábado e domingo, dias 27 e 28 de janeiro, em um trecho de aproximadamente 80 quilômetros dos rios Sono e Tocantins, nos municípios de Tupiratins, Tupirama, Rio Sono e Pedro Afonso.

Os responsáveis pelo material predatório não foram identificados já que se evadiram ao perceberem a presença da equipe de fiscalização. Ainda durante a ação, os fiscais abordaram e orientaram moradores ribeirinhos que por lei podem realizar a pesca para subsistência.

O supervisor do Escritório Regional do Naturatins de Pedro Afonso, Maurício Machado Barros, lembrou que a atividade foi realizada para coibir a pesca durante o período da Piracema, que no Tocantins está suspensa até o dia 28 de fevereiro de 2018, conforme determina a Portaria Nº 377/17.

Multa

Quem for flagrado pescando durante a Piracema receberá multa que varia de R$ 700,00 a R$ 100 mil, e ainda terá todo o produto da pesca apreendido. Também há um acréscimo de R$ 20,00 a mais na multa por cada quilo de pescado.

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.