Com ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho

O início das obras do presídio que será construído no distrito de Cariri, próximo a Gurupi, foi um dos assuntos tratados pela governadora em exercício, Claudia Lelis, durante audiências, em Brasília, nesta terça-feira, 16.

No Departamento Penitenciário Nacional (Depen), a governadora solicitou ao diretor geral do órgão, Carlos Felipe Alencastro, agilidade na aprovação do projeto. O Governo do Estado já recebeu do Ministério da Justiça mais de R$ 32 milhões, necessários para a construção da unidade prisional. Em dezembro de 2017 a licitação foi concluída e o Estado aguarda apenas aprovação do projeto, pelo Depen, para dar início às obras.

“Esse presídio ampliará o sistema penitenciário do Tocantins dando mais condições ao Estado de promover segurança pública com qualidade, por isso fiz questão de vir juntamente com nosso secretário de Cidadania e Justiça do Tocantins, Glauber de Oliveira, solicitar empenho do Depen para agilidade no projeto. Tenho certeza que em breve as obras deste presídio serão iniciadas”, destacou a governadora.

A equipe do governo recebeu garantias do Depen de que o processo terá prioridade. “Eu quero fazer bem, certo e bem feito”, afirmou o diretor geral do Depen durante a audiência.

Audiência com ministro do meio ambiente

A governadora também foi recebida pelo ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, para reivindicar a inclusão do Tocantins nos diversos projetos do Ministério, para os quais o Estado tem grande potencial para aproveitamento eficiente dos recursos. A secretária de Estado do Meio Ambiente do Tocantins, Meire Carreira, participou das reuniões e destacou, principalmente, os projetos de preservação da Unidade de Conservação do Jalapão e das nascentes das cachoeiras no Distrito de Taquaruçu.

A agenda no Ministério ainda incluiu uma reunião de planejamento do evento preparatório para a participação do Tocantins no Fórum Mundial das Águas. Este ano, o Fórum ocorrerá no Brasil, nos dias 18 a 23 de março, o que, segundo a governadora, é uma grande oportunidade para o Tocantins.

“O Fórum é um evento no qual os olhos de instituições e investidores de todo o mundo estão voltados para projetos de exploração sustentável e preservação do meio ambiente. Faremos esse evento preparatório para que o Tocantins  participe do Fórum com protagonismo, pois temos potencial para nos destacarmos no cenário mundial de projetos ambientais”, afirmou Claudia Lelis.

A governadora reforçou que as fontes de água são vitais para a economia do Tocantins, visto que as atividades agropecuárias, principal setor produtivo do Estado, dependem totalmente da preservação das nascentes.

Ambulâncias para municípios

No Ministério da Saúde a governadora tratou do andamento de um projeto do órgão, que contemplará alguns municípios do Tocantins com ambulâncias e cadeiras odontológicas. O Diretor do Departamento de Atenção Básica à Saúde, João Salame, informou que os equipamentos devem ser entregues nos próximos meses.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.