Nahylton Alen e Carlos Amastha em Araguaína

Durante agenda na cidade de Araguaína com o pré-candidato a governo do Estado do Tocantins, Carlos Amastha, o presidente da Infância e Juventude de Palmas, Nahylton Alen afirmou a necessidade de dar espaço para que o jovem possa apresentar demandas dentro do que ele vive diariamente e que essas articulações são necessárias para que as políticas públicas para a juventude sejam criadas e colocadas em prática dentro da real necessidade da juventude tocantinense.

Nahylton Alen participou do bate-papo com vários segmentos da juventude araguaínense e deu exemplos claros que a juventude tocantinense está sem representatividade e abandonada, “nós já passamos por algumas cidades no Tocantins e aqui em Araguaína não foi diferente, os jovens estão dando exemplos claro da falta de um órgão que os represente, que busque recursos para a criação de projetos eficazes. Temos uma política pública estadual para jovens sem realizar nada dentro das demandas dos jovens tocantinenses, isso é preocupante”.

O presidente declarou que os jovens palmenses hoje estão representados por uma fundação que buscou por meio de editais federais aumentar os seus recursos, isso para que programas e projetos fossem criados, “nesses 5 anos a minha meta como gestor era dar oportunidade para que o jovem possa terminar o ensino escolar, entrar em uma universidade e ter acesso ao mercado de trabalho, e essa é a maior demanda apresentada aqui, os jovens estão sem perspectiva de vida e não sabem onde buscar ajuda, a situação é preocupante”.

Nahylton Alen ainda afirmou que os vários segmentos reunidos abraçaram a ideia de renovação dentro do que é realizado para os jovens na gestão estadual ” a juventude do Tocantins necessita de um gestor que a coloque como protagonista no desenvolvimento das políticas sociais do Tocantins, pois é visível que somos esquecidos pelo poder público e ver vários jovens aqui reunidos debatendo propostas e entusiasmados com o que foi apresentado como solução a nível estadual pelo candidato a governo, Carlos Amastha é estimulante”.

A Fundação da Infância e Juventude possui programas como o Palmas Aprova (cursinho pré-vestibular gratuito), o Estação Juventude (espaço voltado para cursos e oficinas de capacitação gratuitos), o Cartão do Estudante (que oferta passe estudantil para que os estudantes continuem frequentando as aulas do seu curso superior), o Palmas que te Acolhe (que trabalha a reinserção social de pessoas que estavam em situação de rua e fazem uso problemático de álcool e outras drogas) e vai implantar o Estação Juventude 2.0 (que irá ofertar cursos e será um ponto de apoio ao combate à violência contra jovens de baixo renda), entre outras ações desenvolvia dentro da pasta.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.